Blog

L'Expert / Blog / Aloe Vera: a planta da imortalidade

Aloe Vera: a planta da imortalidade

Imagem Aloe Vera

Aloe Vera: a planta da imortalidade

“Você me pergunta quais eram as forças secretas que me sustentaram durante meus longos jejuns. Bem, foi minha inabalável fé em Deus, meu estilo de vida simples e frugal, e Aloe, cujos benefícios eu descobri após minha chegada à África do Sul, no final do século XIX.”- Mahatma Gandhi (1869 – 1948)

A história da aloe vera é antiga e se encontra presente na literatura de diversas culturas. A denominação ‘aloe’ deriva do grego alóe, do árabe alloeh e do hebraico halal, apresentando o mesmo significado nos três casos, que corresponde à: “substância amarga e brilhante”, enquanto vera significa verdadeira.

O papiro de Ebers, do Antigo Egito, datado de aproximadamente 1550 a.C., relatou a fabricação de elixires de longa vida contendo o suco de aloe vera. Desenhos de aloe, que era conhecida como a planta da imortalidade, também foram encontrados em tumbas de faraós. Conta-se que a rainha de Sabá, no século X a.C., usava azeite balsâmico com suco de aloe vera nos cuidados da pele e cabelos, prática também supostamente realizada por Cleópatra (69 – 30 a.C.).

Dentre as principais atividades biológicas evidenciadas nesta planta destacam-se: antimicrobiana, cicatrizante, anestésica, antitérmica, hidratante, antioxidante, antitumoral, hepatoprotetora, calmante, entre outras e seu gel é amplamente utilizado na indústria cosmética, alimentícia e farmacológica.

Em sua composição geral os cabelos são formados de 91% de proteína.  O aloe vera contém dezoito dos vinte aminoácidos responsáveis pela formação desta proteína e é por isso que podemos atribuir a esta planta a função de “regeneradora”.

Por ser uma planta rica em proteínas, vitaminas e minerais, tem alto poder nutritivo e age de dentro para fora fechando a cutícula e com isso retendo toda a hidratação dentro dos fios proporcionando uma diminuição visível do frizz e do ressecamento. Também age limpando os folículos capilares eliminando a gordura presente no couro cabeludo o que por consequência acaba estimulando o crescimento dos fios.

A demanda pelo princípio ativo do aloe vera cresce devido à grande procura dos consumidores por cosméticos que utilizem ingredientes naturais e orgânicos em suas fórmulas. O sucesso do movimento “Slow Beauty” na Europa é uma boa ilustração desse fenômeno. Em razão da presença de uma grande variedade de propriedades com eficácia cientificamente comprovada a aloe vera é hoje uma das plantas mais estudadas do planeta.